QUARTO DE BEBÊ

“Um dia ele se equilibrou de pé
E soltou a minha mão/ Então ele sentiu o bom que é 
Andar solto pelo chão/ Pra correr por toda a casa”
(Palavra Cantada)